Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Transparência: GDF publica balanço orçamentário - LUZIÂNIA

Fale conosco via Whatsapp: +55 61 9 9404-1302

No comando: Madrugada 98

Das 00:00 às 04:00

No comando: Madrugada Luziânia

Das 00:00 às 07:00

No comando: Fatos em Foco

Das 06:00 às 07:00

No comando: Santa Missa

Das 07:00 às 08:00

No comando: Fala Povo Fala Cidade

Das 07:00 às 08:00

No comando: A Cidade em Destaque

Das 08:00 às 12:00

No comando: Bom Dia Cidade

Das 08:00 às 12:00

No comando: Tempero Nordestino

Das 12:00 às 16:00

No comando: A Tarde é Show

Das 12:00 às 16:00

No comando: A Tarde é Show

Das 12:00 às 16:00

No comando: Pediu Tocou

Das 16:00 às 17:00

No comando: Festa da Lú

Das 16:00 às 19:00

No comando: Festa da Lú

Das 16:00 às 19:00

No comando: Clássicos Sertanejos

Das 17:00 às 19:00

No comando: Estúdio 98

Das 19:00 às 20:00

No comando: Voz do Brasil

Das 19:00 às 20:00

No comando: Vitrine Sertaneja

Das 20:00 às 00:00

No comando: Estação 98

Das 21:00 às 00:00

No comando: Clássicos Sertanejos

Das 04:00 às 06:00

No comando: Top 98

Das 20:00 às 21:00

Transparência: GDF publica balanço orçamentário

O Governo do Distrito Federal (GDF) disponibilizou por meio do Diário Oficial desta sexta-feira (29) o Balanço Orçamentário com dados atualizados até outubro deste ano. A publicação cumpre a Lei Orgânica que estabelece a divulgação e publicidade da execução fiscal do Executivo local.

As informações apresentadas mostram que a previsão de receita do governo cresceu em quase R$ 700 milhões sem um aumento na arrecadação de impostos, só que o montante ainda não alcança o valor apresentado de despesas, que mostrou um crescimento estimativo de R$ 1,7 bilhão. Até outubro o GDF gastou R$ 18,7 bilhões do arrecadado.

A despesa com Pessoal e Encargos Sociais representa 60,44% do total dos gastos, mas o gasto efetivamente de Pessoal não chegou a atingir o limite de Alerta (medido em 44,10%), e o governo ainda se mantém distante de qualquer preocupação nesse sentido.

Já os recursos disponibilizados para “investimentos” diminuíram e atingem um percentual de apenas 2,32%. O apurado mostra que, até o momento, os recursos gastos com investimentos atingiram R$ 391,5 milhões.

É preciso lembrar que o Distrito Federal conta com um recurso especial vinda do Governo Federal que acrescenta cerca de R$ 15 bilhões aos cofres públicos. O Fundo Constitucional contribui para a segurança pública (que leva 52% da fração dos recursos) e a saúde e a educação (que levam os 48% restantes).

Mesmo com o Fundo, porém, o Tesouro do Buriti ainda aporta cerca de R$ 3,4 bilhões (previstos) para a Saúde e aproximadamente R$ 4,7 bilhões à Educação.

Fonte: JBr

Deixe seu comentário:

Nossa Página